Publicidade Infantil Não!

09/12/2009 at 10:56 pm Deixe um comentário

O tema de publicidade dirigida a crianças se situa entre o discurso que prega a “liberdade” para veículos de mídia e o discurso que alguns veículos manipulam de forma extremamente habilidosa, levando a crer que se esses veículos tiverem o mínimo de regulamentação em cima do que podem ou não veicular, estaremos voltando ao negro tempo ditatorial.

É notória a manipulação de crianças pela publicidade, e especialmente no sentido de tornarem meninos consumidores de ‘carros’ e meninas em consumidoras de produtos relacionados à beleza. Fico com a sensação de que alguns poucos anos atrás isso acontecia em menor magnitude. A crueldade em que são postos filhos e pais no campo de batalha da publicidade dirigida às crianças é exposta no documentário “Criança, a Alma do Negócio”, que você pode ver aqui.

Descobri a existência do documentário através do site http://www.publicidadeinfantilnao.org.br/, abaixo-assinado online, que possui um excelente resumo do documentário, que em 10 minutos nos espanta ao nos mostrar como a publicidade está estrategicamente formando consumidores sem poder crítico. Consumidores são cidadãos e cidadãos também votam, assim como eu e você. Se você se preocupa com isso, entre no site acima e participe do abaixo-assinado.

Anúncios

Entry filed under: divulgação. Tags: , , .

Mônica Salmaso em Natal no projeto Nação Potiguar Música na Madrugada: Black Hole Sun por Brad Mehldau Trio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Trackback this post  |  Subscribe to the comments via RSS Feed


rápidas

Feeds


%d blogueiros gostam disto: